Saudade desfocada

A saudade é um sentimento desfocado.

Percebi que saudade que é saudade mesmo, já está lá o tempo todo, compondo o plano de fundo da consciência, aparecendo subliminarmente junto com a presença da figura principal do desejo. 
Esse desfocamento da lente perceptiva da saudade faz com que não fique claro sua presença, ficando presente na sensação e oculta aos sentidos, como uma sombra ao fundo da imagem da pessoa amada. 
Mas, se a pessoa amada não está presente, o olho do coração foca o que está além, aliás, o que estava lá o tempo todo, que é a imagem criada, idealizada e manifestada do desejo. Como imagem ideal, na ausência do real, fica mais forte e intensa na medida que a pessoa concreta não aparece. 
Isso pode ser bom por um tempo, mas é apenas uma imagem. 
Não demora pra encontrar não, pois o bom mesmo é o foco real!
Deixa a saudade lá no lugar dela, no plano de fundo compondo o cenário do desejo.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O Julgamento de Frinéia

A Carta de Despedida