Postagens

13 Reasons Why

Imagem
Arriscando algumas palavras sobre o seriado  “13 reasons why”.
“A meio caminho desta vida achei-me a errar por uma selva escura, longe da boa vida então perdida”.  (Dante Alighieri)

Após assistir ao  filme “13 reasons why”, gostaria de escrever umas palavrinhas. Como é um tema bem polêmico, acho que vou pontuar sobre aspectos  separadamente.
1 – “13 reasos why” é um filme. Achei necessário  fazer esta constatação óbvia, para não tratarmos tudo do caso de Hannah como realidade. É uma obra fictícia, embora a sétima arte beba nas fontes dos acontecimentos cotidianos. Em se tratando de um filme, ou melhor dizendo, seriado, quero dizer que achei muito bom. Uma trama bem construída, com recursos de flashbacks acontecendo quase que simultaneamente com as cenas do presente, um estilo que gosto muito em filmes. Comecei a assistir à  noite e tive de me disciplinar em dormir pois queria assistir todos os episódios de uma vez. Claro que havia uma grande expectativa criada pelos rumores e postag…

Crença

Ainda acredito na humanidade, sinto ainda esperança. No final das contas tentam tocar a felicidade mas erguem muralhas e espigões que tão altos se projetam dilaceram uniões crescem sombras no meio da cidade a alegria que ostentam a destruição que causam a dor que sustentam os afastam da promessa os separam da beleza alargam as distâncias. Só acredito na humanidade porque sendo humano ainda sinto que tudo isso está errado. Creio que muitos sentem mesmo sem saber o que fazer sem saber como agir sem saber como acompanhar tantas transformações tantas máformações. E no entanto o sentimento de absurdo o incômodo o horror

Haloween

Imagem
Adoro o Halloween.

O dia que o feio, o morto e o demoníaco se tornam comuns, divertidos e belos.

O dia que a morte ganha toda vida do mundo.

Fotografia: Fabio Teixeira
Makeup: Mayara Foscolo
Modelo: Luiza Uira

Encontro das Águas

Imagem
Encontro das águas
Não é a primeira vez que assisto ao espetáculo de pesquisa em dança de Regina Perocini. Pode haver estranheza nas palavras “pesquisa” e “dança”, mas é disso também que se trata. A dança enquanto área de conhecimento, cria, descobre, redescobre, reorganiza e fornece novos saberes ao homem, como qualquer outra área que tradicionalmente chamamos de acadêmica. Sendo assim, este estudo, que se tornou um espetáculo, bebeu em fontes da cultura religiosa e musical brasileira e nos trouxe em forma de dança, música e performance sonora uma experiência louvável.
Quando vejo algo assim lembro que não há limites para a dança. A palavra dança associa-se quase que naturalmente ao movimento, ritmo e expressão corporal. Mas não é só isso. Vi neste espetáculos formação de imagens quase arquetípicas, efeitos visuais simples e belos, efeitos acústicos e sonoros que me fizeram arrepiar, uma história pra se contar, poesia em verso e prosa, música com vozes nobres e, claro, teve dança també…

Double Yoga

Imagem
Prática de Yoga em Dupla, arte tântrica de busca de harmonia em todos os níveis, sejam eles físicos, espirituais, sexuais, psicológicos e relacionais.






Segurança material ou satisfação pessoal?

Imagem
Segurança material ou satisfação pessoal?

O que priorizamos na hora de escolher um trabalho? A segurança de um emprego ou arriscar-se com os sonhos? Continuando o raciocínio do Vlog "É possível viver de arte?", um bate-papo sobre a tomada de decisão na hora de optar por uma ocupação, seja você artista ou não.

 COMENTE ESTE VLOG. CONSTRUA CONOSCO.VAMOS JUNTOS.

Videolog da bailarina Priscila Patta e do psicólogo Fabio Teixeira.
Um bate-papo informal sobre arte, dança, contemporaneidade, psicologia e comportamento humano, trazendo pontos de vista diferentes sobre uma temática específica.

Priscila Patta
http://www.codigomovimento.blogspot.com.br

Fabio Teixeira
http://www.arte-psi.blogspot.com.br/

Antes do Clarim

Imagem
Veneno angustiante consome meu estômago lentamente subindo assim de instante solvendo a boca ardentemente.
Cordas vocais se embaralham numa fala maculada zumbe nos ouvidos de quem ouve queima no coração de quem fala.
Anjo vindo do inferno use meu cérebro agora ponha lodo em minha boca destrua a verdade sem demora.
Entregue a ti está meu corpo sou seu escravo soturno em chamas malgrade minha fala em zinabre derrame meu mundo.
A cobra dobra na língua que lambe o vento, quente e fugaz delinquente palavras, saindo de ti destroem a esperança de paz.
O hálito do demônio muda toda a minha tez que um dia foi alegre hoje esta toda ao revez.
Saia de mim, eu te imploro mentira, saia de mim antes do final dos tempos antes que Deus toque o clarim.
        Fabio Teixeira